segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Doce e amarga






Hoje quero falar de Noemi. E também de Mara. Na verdade são a mesma pessoa. Noemi é Mara. Mara é Noemi. Foi Noemi quem trocou seu próprio nome. Por uma razão bem específica.


Noemi significa “agradável”. E assim era a vida dela e do marido Elimeleque e dos dois filhos. Aí veio a fome. Deixaram Israel e se foram para Moabe, país vizinho. Lá sobreviveram. Mas a tragédia insiste em bater à porta de Noemi. O marido morre. Viúva, ela termina de criar os filhos. Tempos depois os rapazes, Malon e Quilion, se casaram com moças moabitas. Quando as coisas começavam a se equilibrar novamente, depois de 10 anos, a tragédia vem em dose dupla. E cruel. Morrem os dois filhos. Restando ela e as duas noras estrangeiras, Noemi decide voltar. Voltar prá casa. Para seu país. Para próximo dos parentes. O que poderia fazer uma viúva, sozinha em terra estranha?


Ao chegar à pequena cidadezinha de Belém, sem marido, sem filhos, sem dinheiro, apenas acompanhada da nora (Rute), Noemi pede: “Não me chamem de Noemi. Me chamem de Mara”. Mara significa “amarga”. Oposto de “agradável”.


É bom lembrar que o nome Mara não foi dado como uma descrição de como ela se sentia, mas sim como uma narrativa dos acontecimentos em sua vida. Apesar de todas as tragédias que aconteceram em sua vida, Noemi confiou em Deus. E foi recompensada. De maneira indireta acabou sendo tataravó do rei Davi. Da mesma família de onde, anos depois, nasceria Jesus.


Como são os caminhos do Senhor! Não temos, realmente, como imaginar ou entender as aparentes tragédias ou dificuldades da vida. Só Ele sabe. Só Ele vê mais além. Só Ele tem as respostas. Só Ele tem os “porquês”.


Está você vivendo numa fase de amargura, como Noemi? Confie. Mesmo que as lágrimas embacem ou obscureçam seu olhar, Deus vê mais além. Está ao seu lado, mesmo que você não sinta o abraço que Ele agora está dando em você.






Fonte:Amilton Menezes

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Campanha "Get Closer" - Aceita um abraço?




A Pro Infirmis é uma ONG suíça que ajuda as pessoas com deficiência. Este ano, durante uma de suas campanhas, decidiu realizar uma experiência. Eles vestiram Fabian, um portador de deficiência, com uma fantasia de urso e ele ficou no meio de uma praça da cidade para dar abraços. As pessoas aproveitaram a oportunidade para abraçar um urso adorável, mas teriam a mesma reação ao abraçar Fabian sem o disfarce? Provavelmente não. A Pro Infirmis quer que isso mude.

Com mais de 600 mil acessos, a descrição do vídeo que viralizou apenas esta semana, diz: “Existem apenas algumas pessoas que não têm empatia com os portadores de deficiência. No entanto, no ônibus, o banco ao lado de Fabian muitas vezes fica vazio. Pessoas com deficiência são parte de nossa sociedade. Chegue mais perto.”

“Get Closer” [Chegue mais perto], aliás, é o lema dessa campanha da Pro Infirmis, que usa no seu site o slogan “Nós Fazemos os Portadores de Necessidades Especiais Desaparecerem”

Criação da agência suíça Jung von Matt 


Nota: Lembrei-me deste texto de Mário Quintana:

Deficiências

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino. 

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores. 

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia. 

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda. 

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer. 

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois: "Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus. 

"A amizade é um amor que nunca morre."

Fonte:A Grande Controvérsia

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Como orar?




Algumas pessoas têm muita dificuldade para orar. Outras acham que sabem, mas, no fundo do coração, não se sentem satisfeitas com o seu desempenho. Já ouvi pessoas dizendo: “minha oração não passa do teto”.
Na verdade, orar é bater-papo com o grande amigo Jesus Cristo. É preciso senti-Lo como uma pessoa que está presente para uma boa conversa. É preciso treinar a mente para isso.
Desejo compartilhar com você dicas sobre como desenvolver uma intimidade maior com Deus na oração.

Cada um tem a sua maneira, mas, para quem ainda não pegou o jeito, que tal praticar agora? Então, vamos lá:
1. Coloque-se de joelhos – é importante você estar em um lugar em que se sinta confortável e seguro. Uma pessoa se ajoelha diante de Deus não para fazer um tipo de penitência, e sim para demonstrar que reconhece a soberania dEle.
2. Permaneça de olhos abertos (se desejar) – apenas por alguns segundos para observar a atmosfera do ambiente. Cante um hino (pode ser um corinho) para que você se envolva no clima espiritual.
3. Agora feche os olhos – procure sentir a presença dos anjos e principalmente do Espírito Santo.
4. Lembre-se de suas necessidades – avalie sua vida nas áreas emocional, física, material e espiritual.
5. Lembre-se das necessidades das pessoas pelas quais você deseja interceder – avalie em quais áreas necessitam do socorro divino.
6. Pense no que você tem para agradecer a Deus – concentre-se nas bênçãos e veja como Ele tem sido bondoso e misericordioso com você.
7. Comece a conversar com Deus:
– Continue agradecendo;
– Interceda pelas pessoas que você se lembrou;
– Peça por você mesmo;
– Fale sobre idéias, planos e sonhos;
– Conclua, reconhecendo a soberania e o socorro divino.
8. Abra os olhos e permaneça ajoelhado – observe como Deus está presente.
9. Abra a Bíblia, ainda ajoelhado (se for de sua preferência), e comece a ler até que você encontre um texto que represente uma resposta direta de Deus para você.
10. Levante-se (se estiver ajoelhado) e encontre um lugar confortável para meditar sobre a resposta de Deus. Invista o tempo que desejar.
E, depois que você terminar, continue falando com Deus durante o restante do dia. “Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17).
Ouvi uma pessoa dizendo: “Deus sabe do que eu preciso. Então, quando faço algum pedido, peço uma vez somente, não fico insistindo. O Senhor me atenderá quando quiser.”
O que você acha? É certo ou errado insistir com Deus por alguma bênção?
Jesus, ensinando sobre a oração, disse algo incrível: “Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á” (Mateus 7:8). Procurando compreender um pouco mais, identifiquei três objetivos que podem ser aplicados na oração:
1. Pedir (para receber bênçãos) – Jesus amplia o conceito dizendo: “Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mateus 7:9-11). Todas as pessoas necessitam receber bênçãos materiais, físicas e espirituais. Deus é um Pai de amor que se preocupa e também supre as necessidades de Seus filhos;
2. Buscar (para encontrar respostas) – O Mestre dá na medida certa a seguinte orientação: “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Somente encontra respostas para a vida, aquele que as busca. Quando buscamos diariamente o reino de Deus, passamos a viver com discernimento e a ter respostas para importantes decisões;
3. Bater (para entrar no Reino) – O grande anseio de Jesus era que todos compreendessem que existe uma porta que se abre para todo aquele que deseja fazer parte do Reino de Deus. Ele convida: “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7:9-13-14). O imenso privilégio de fazer parte do reino de Deus começa aqui. Cristo promete abrir a porta à todo aquele que bater. Ainda que ela seja estreita, nos conduzirá à experiência de sermos cidadãos do reino celeste.
Pelo que posso perceber, nos três casos encontro, de forma implícita, a persistência para se obter a graça. Você concorda comigo? Percebo em minha própria vida que existem bênçãos que são concedidas mediante persistentes orações. Outras são entregues com intensidade menor de preces.


Sugestões para administrar interferências no momento de oração:
1. O vizinho liga o som:
- A música entra na mente sem a pessoa desejar. Procure um lugar silencioso ou passe a acordar mais cedo. Mas, se não tiver saída, ore em voz alta. Vai ajudar.
2. A lembrança de um compromisso que não pode ser esquecido:
- Anote o compromisso num papel e você saberá que não vai esquecê-lo.
3. Pensamentos indecentes:
- Se vierem pensamentos indevidos, não desista da oração por causa da natureza pecaminosa. Eles são apenas o resultado do que está no seu coração. Deus deseja substituir tudo por pensamentos sublimes, mas requer renúncia e perseverança. Uma dica: cante um hino ou ore em voz alta.
4. Dificuldade de concentração:
- Fale com Deus em voz alta e depois leia um texto bíblico.
5. Muita ansiedade:
- Pense que sua única saída é Jesus, que Ele é capaz e deseja ajudar-lhe. Fale com Deus sobre sua ansiedade e sobre tudo que incomoda o seu coração.

Observe alguns benefícios exclusivos da oração:
1. Muda o coração do homem;
2. Santifica sua vontade;
3. Quebranta a alma (Salmos 51:17);
4. Abre o caminho para a recepção da bênção;
5. Intensifica a atuação de Deus.
Precisamos entender que Deus está empenhado em nos reeducar para a vida. Suas melhores oportunidades para nos ensinar todas as coisas que nos conduzem à salvação acontecem justamente quanto passamos por vales profundos e desafiadores em nossa existência. O que o Senhor Deus realiza de milagres e transformações enquanto se luta pela bênção, muitas vezes pode ser mais importante do que a recepção da própria bênção.
Vamos fazer um rápido teste. Por gentileza, responda à seguinte questão: Você tem em mãos uma picareta. Existe um tesouro protegido por uma tampa de concreto de 1centrímetro. Quantas batidas serão necessárias para quebrá-la, com o objetivo de obter o tesouro? E, se a espessura da tampa fosse de 30 centímetros, quantas batidas seriam necessárias?
A conclusão é óbvia – quanto mais espessa à tampa que esconde o tesouro, mais batidas serão necessárias para se chegar ao objetivo final.
Fazendo uma analogia, o que corresponderia a tampa que impede o acesso ao tesouro?

Veja algumas sugestões bíblicas (Oséias 4:1):
- O orgulho;
- Pecados não confessados e abandonados;
- Resistência ao plano de comunhão com Deus;
- Hábitos nocivos arraigados;
- Distância de Deus…
Deus age com cada ser humano de forma personalizada. Cada pedido atendido, adiado ou negado por Deus compreende todo o Seu cuidado para conduzi-lo à salvação. Quando pedimos uma graça ao Senhor necessitamos nos recordar que não estamos sozinhos. A nossa vida está ligada a uma teia complexa que envolve o presente e o futuro de outras vidas também.
Continue buscando, pedindo e batendo à porta da graça de Cristo Jesus. Esse é o plano para o crescimento da fé e o fortalecimento da experiência pessoal com Deus. Com certeza, os que oram com insistência receberão sempre muito mais, porque se sentem dependentes das providências do Senhor.
Por estas e outras razões, o Espírito Santo convoca Seu povo para interceder com muita vontade e viver uma riqueza de experiências maravilhosas na utilização de tão poderosa ferramenta. Mesmo que você esteja necessitando tanto de intercessão, não se esqueça de que também pode interceder por outras pessoas. Faça uso da oração como do oxigênio para respirar e descubra que há muito mais poder à sua disposição do que você sempre imaginou. Ore de verdade e seja feliz!
Perguntas para reflexão:
Como você gosta de falar com Deus?
O que você aprendeu de novo sobre o tema?


Estudo extraído da lição 3 do Curso Intimidade com Deus

Como manter-se ligado a Deus?




Quando o dia amanhece, a maioria das pessoas não busca a Deus, somente os seus próprios interesses. Sabendo disso, Jesus fez uma proposta muito especial para conceder-nos o privilégio de fazer parte do Seu reino de eterna felicidade. Sim! O reino do discernimento, da lucidez, do conhecimento, da sabedoria e da paz. Como obter esse reino? Como Deus deseja que eu me relacione com Ele? Que resultados positivos posso esperar? São perguntas que o estudo pretende responder.

01. Quais os benefícios de buscar o reino de Deus?

“Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33).

COMENTÁRIO – Se eu buscar o reino de Deus em primeiro lugar, tudo que for realmente importante para minha vida me será dado

02. Qual o caminho para chegar a Deus?

“Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:5 e 6).

COMENTÁRIO – Jesus disse: “Eu sou o caminho”.

03. O que devo pedir ao Senhor a cada manhã?

“Faze-me ouvir da tua benignidade pela manhã, pois em ti confio; faze-me saber o caminho que devo seguir, porque a ti elevo a minha alma. Livra-me, ó Senhor, dos meus inimigos; porque em ti é que eu me refugio. Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus; guie-me o teu bom Espírito por terreno plano” (Salmo 143:8-10). “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9).

COMENTÁRIO – Perdão pelos meus pecados e que me ensine diariamente a fazer a Sua vontade.

04. O que acontece quando oro a Deus?

“Quando todo o povo fora batizado, tendo sido Jesus também batizado, e estando ele a orar, o céu se abriu; e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como uma pomba; e ouviu-se do céu esta voz: Tu és o meu Filho amado; em ti me comprazo” (Lucas 3:21 e 22).

COMENTÁRIO – O céu se abre para as providências divinas em minha vida, o Espírito Santo desce para me batizar e Deus me faz uma declaração de amor: “Filho, Eu amo você”.

05. Como devo orar?

“E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei. Se me amardes, guardareis os meus mandamentos” (João 14:13-15). “Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo, guardai-vos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna” (Judas 20,21). “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis” (Romanos 8:26).

COMENTÁRIO – Devo orar a Deus Pai, em nome de Jesus Cristo, disposto a ser obediente aos Seus mandamentos. Não devemos nos esquecer que o Espírito Santo é o nosso intercessor que opera junto ao nosso Salvador, Jesus Cristo. Assim, podemos orar também ao Espírito Santo.

06. Qual o melhor momento para buscar o reino de Deus?

“Atende à voz do meu clamor, Rei meu e Deus meu, pois é a ti que oro. Pela manhã ouves a minha voz, ó Senhor; pela manhã te apresento a minha oração, e vigio” (Salmo 5:2 e 3).

COMENTÁRIO – Pela manhã, antes de qualquer atividade, para oferecer a Ele o melhor do meu tempo. Esse é o caminho para a intimidade com Deus. Começando o dia com o Criador, minha alegria é recuperada e o meu ânimo fortalecido para encarar o dia. Contudo, existem pessoas que trabalham toda a noite e dormem pela manhã. O que fazer? Não imagine tal pessoa que Deus a rejeitará, saiba que Ele pode ouvir as pessoas em qualquer momento. Se o seu dia começa às 12h ou às 16h, não se preocupe, o importante é buscar a Deus no momento em que você começa o seu dia.

07. Como Deus gosta de ser adorado?

“Louvai ao Senhor! Cantai ao Senhor um cântico novo, e o seu louvor na assembléia dos santos! Alegre-se Israel naquele que o fez; regozijem-se os filhos de Sião no seu Rei. Louvem-lhe o nome com danças, cantem-lhe louvores com adufe e harpa. Porque o Senhor se agrada do seu povo; ele adorna os mansos com a salvação. Exultem de glória os santos, cantem de alegria nos seus leitos. Estejam na sua garganta os altos louvores de Deus, e na sua mão espada de dois gumes” (Salmo 149:1-6).

COMENTÁRIO – Por meio do louvor. Através dele posso expressar gratidão, alegria pelo perdão e fé. Invocando a presença de Deus diariamente por meio do louvor e da gratidão, eu O agradarei e sentirei a alegria de pertencer ao Criador do Universo. A música é um excelente meio para louvar (elogiar) a Deus.

08. Como ouvir a voz de Deus?

“Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo” (Apocalipse 1:3). “ Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade”( João 17:17). “Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo” (Romanos 10:17).

COMENTÁRIO – O principal veículo para ouvir a voz de Deus é a Bíblia. Quando leio a Palavra, o Espírito Santo fala ao meu coração e revela-me a Sua vontade. Depois de orar e cantar, abro as Escrituras para receber a voz de Jesus.

09. O que Jesus deseja ensinar-me por meio da Bíblia?

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve” (Mateus 11:28-30). “Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele” (Hebreus 10:38). “E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim” (Mateus 10:38). “Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros” (João 15:7,10,17).

COMENTÁRIO – Cristo deseja que eu aprenda a confiar inteiramente nEle, tornando-me manso e humilde. Ou seja, preciso encarar as grandes dificuldades da vida com coragem e perseverança, mantendo-me sempre no caminho certo.

10. Que nível alcanço quando busco o reino de Deus?

“Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não extingais o Espírito; não desprezeis as profecias, mas ponde tudo à prova. Retende o que é bom; Abstende-vos de toda espécie de mal” (1 Tessalonicenses 5:16-22).

COMENTÁRIO – Apesar das provas, posso ter alegria pela certeza de que Deus está comigo. Devo estar sempre aberto à atuação do Espírito Santo em minha vida, atento às advertências das Escrituras, evitando tudo que não é bom e vivendo feliz com Deus.

11. Como Jesus apresenta-Se a cada novo dia?

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas a favor das igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã” (Apocalipse 22:16). “Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que converterem a muitos para a justiça, como as estrelas sempre e eternamente” (Daniel 12:3).

COMENTÁRIO – Como a Estrela da Manhã. Ele tem luz própria e brilha oferecendo-me luz e poder para que eu possa brilhar eternamente.

12. O que o Espírito Santo sente e faz por mim?

“Ou supondes que em vão afirma a Escritura: É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que ele fez habitar em nós?” (Tiago 4:5). “E a esperança não desaponta, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Romanos 5:5).

COMENTÁRIO – O Espírito Santo deseja ser o único em meu coração. Isso porque Ele me ama e pretende derramar todo o Seu amor em meu coração a cada dia. Ele não quer dividir o nosso amor com as coisas ruins do mundo (Tiago 4:4).

13. Como posso contribuir com o Seu reino?

“Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação” (Tiago 5:16). “Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que converterem a muitos para a justiça, como as estrelas sempre e eternamente” (Daniel 12:3).

COMENTÁRIO – O Senhor deseja que eu interceda por pessoas que precisam ser alcançadas pelo Evangelho e receber a cura divina.

14. Que promessa existe quando busco a Deus na primeira hora de cada dia?

“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes” (Jeremias 33:3). “Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós” (Tiago 4:7).

COMENTÁRIO – Ele me garante a vitória completa em todas as áreas da vida.

15. O que eu posso dizer para Deus agora?

“…Eis-me aqui para fazer, ó Deus, a tua vontade…” (Hebreus 10:9).

Perguntas para reflexão:

Como Deus espera que eu me relacione com Ele?
Deus realmente faz questão de se relacionar comigo?
Registre aqui o seu plano de relacionamento com Deus.

Estudo extraído da lição 1 do curso Intimidade com Deus


É a Mentira Justificável em Algumas Situações?





Teria Deus aceitado o emprego da mentira, como no caso de Raabe (Js 2:3-7) e até orientado o profeta Samuel a mentir ( I Sm 16:1-4)?
Para início de discussão, deve-se dizer que a Bíblia não apoia o emprego da mentira em nenhuma situação; ao contrário, credita-a ao diabo: “Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” (Jo 8:44).
Ora, visto que Deus não apoia nenhuma espécie de mentira, como entender a mentira de Raabe e a instrução divina a Samuel para que ele omitisse o objetivo maior de sua visita a Belém?
Analisemos a mentira de Raabe, relatada em Josué 2:3-7: ”Mandou, pois, o rei de Jericó dizer a Raabe: Faze sair os homens que vieram a ti e entraram na tua casa, porque vieram espiar toda a terra. A mulher, porém, havia tomado e escondido os dois homens; e disse: É verdade que os dois homens vieram a mim , porém eu não sabia donde eram. Havendo-se de fechar a porta, sendo já escuro, eles saíram; não sei para onde foram; ide após eles depressa, porque os alcançareis. Ela, porém, os fizera subir ao eirado e os escondera entre as canas do linho que havia disposto em ordem no eirado. Foram-se aqueles homens após os espias pelo caminho que dá aos vaus do Jordão; e, havendo saído os que iam após eles, fechou-se a porta .”
É claro que Raabe sabia quem eram aqueles dois espias, conforme suas próprias palavras em 2:8-13. Então, como fica sua evidente mentira, mesmo que fosse para salvar sua própria vida e a dos dois israelitas? O fato de sua mentira ser mencionada na Bíblia é uma indicação de que Deus a teria aprovado?
Primeiramente, devemos nos lembrar de quem era Raabe. Era uma cananeia, prostituta e adoradora de ídolos. Não devemos, pois, cobrar dela mais do que poderia dar. Ou seja, não devemos julgá-la à luz do conhecimento que Israel tinha de Deus e do que era certo ou errado. Ela agiu como uma típica pagã teria agido. “Para um cristão, uma mentira nunca pode ser justificada, porém para uma pessoa como Raabe a luz vem gradualmente. ‘Deus não leva em conta os tempos da ignorância ( At 17:30). Deus aceita o que é sincera e honestamente praticado, mesmo quando misturado com fragilidade e ignorância. Deus nos aceita como somos, porém devemos “crescer na graça” (2Pe 3:18)” (SDABC, v. 2, p. 183).
Assim, vê-se que a Bíblia apenas menciona a mentira de Raabe, sem, contudo, endossá-la ou apoiá-l a. O certo é que Raabe deve ter feito mudanças em sua maneira de agir ao se casar com Naasom, um príncipe da tribo de Judá ( Mt 1:5), tornando-se, assim, ancestral de Cristo. Uma vez que ela figura na galeria dos heróis da fé ( Hb 11:31), com certeza, deixou de lado o uso da mentira.
O caso de Samuel é mais difícil de entender do que o de Raabe, que era uma pagã. Samuel era israelita e também profeta de Deus. Como, pois, entender a instrução divina a ele, relatada em 1 Samuel 16:1-4?: “Disse o Senhor a Samuel: Até quando terás pena de Saul, havendo-o Eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche um chifre de azeite e vem; enviar-te-ei a Jessé, o belemita; porque, dentre os seus filhos, Me provi de um rei. Disse Samuel: Como irei eu? Pois Saul o saberá e me matará. Então, disse o Senhor: Toma contigo um novilho e dize: Vim para sacrificar ao Senhor. Convidarás Jessé para o sacrifício; Eu te mostrarei o que hás de fazer, e ungir-Me-ás a quem eu te designar. Fez, pois, Samuel o que dissera o Senhor e veio a Belém. Saíram lhe ao encontro os anciãos da cidade, tremendo, e perguntaram: É de paz a tua vinda?”
Esse é um caso de “informação incompleta”, ou seja, Samuel não devia dizer naquele momento tudo sobre sua visita a Belém, visto que o rei Saul poderia matá-lo e também aquele que seria ungido (no caso, Davi) e quem sabe até toda a família de seu pai, Jessé.
Ao dizer para os anciãos de Belém: “Vim para sacrificar ao Senhor”, Samuel não estava mentindo, pois havia ido até Belém também para isso. Só que, naquele momento, não devia revelar o objetivo maior de sua visita, que era ungir um novo rei. “Não era do interesse público que a unção de Davi fosse conhecida naquele momento” (Ibid., p. 529).
Em qualquer situação, e em especial as de risco, deve o cristão seguir o conselho de Cristo: “Eis que Eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas” (Mt 10:16). Imagine um cristão com um carregamento de Bíblias tentando entrar num país em que o cristianismo é proibido. Ao ser perguntado por um guarda da alfândega sobre o que está levando, seria prudente dar todos os detalhes do conteúdo das caixas, dizendo trata r- se de Bíblias, incluindo o tipo de versão, se em brochura ou encadernadas, a cor, tamanho, etc, ou bastaria dizer que está levando livros? Agora, se lhe fosse perguntado se o que estava levando eram Bíblias, então deveria dizer que sim, que eram Bíblias. Ou seja, não deveria dizer mais do que lhe fosse perguntado.
Vivemos em dias de muita falta de honestidade e veracidade. Deus espera que cada seguidor Seu diga sempre a verdade, mas com a prudência orientada pelo Espírito Santo.


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A plena DIVINDADE de Cristo



Por que Ellen White afirma que Deus o Pai "exaltou" o Seu Filho diante das hostes angélicas por ocasião da criação do mundo, se Este sempre foi plenamente Deus?

Ellen White menciona em seus livros História da Redenção (cap. 1) e Patriarcas e Profetas (cap. 1) que Deus o Pai confirmou a plena autoridade do Seu Filho diante das hostes angélicas na época em que a criação deste mundo estava sendo planejada nos conselhos divinos. Para entendermos essa "exaltação" de Cristo, devemos ter em mente, em primeiro lugar, que ela ocorreu em uma situação de crise, em que a Sua posição estava sendo invejada e desafiada por Lúcifer.
Insatisfeito por não ser convidado para os conselhos divinos dos quais Cristo participava, Lúcifer começou a propagar seu descontentamento pessoal entre os anjos.
Em face dessa situação, Deus confirmou diante das hostes angélicas o poder e a autoridade de Cristo. Mas esse ato do Pai não representou qualquer capacitação adicional de poder que o Filho ainda não possuísse. Ellen White esclarece, no mesmo contexto, que não houve "mudança alguma na posição ou autoridade de Cristo. A inveja e falsa representação de Lúcifer, bem como sua pretensão à igualdade com Cristo, tornaram necessária uma declaração a respeito da verdadeira posição do Filho Deus; mas esta havia sido a mesma desde o princípio." (Patriarcas e Profetas, pág. 38)
Estudando detidamente as Escrituras, percebe-se que sempre existiu e sempre existirá uma eterna unidade essencial entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo (João 5:17, 18; 10:30; 1 Cor. 2:10), e que também houve uma planejada subordinação funcional entre Eles no contexto da Criação (Gên. 1:2; Heb. 1:2; Apoc. 3:14) e da Redenção (João 14:26, 28; 16:14). É provável que Lúcifer tenha se valido dessa evidente subordinação funcional por ocasião do planejamento da Criação, para propagar entre as hostes angélicas o sofisma de que Cristo não tinha o direito de reivindicar para Si qualquer unidade essencial com a própria Divindade.
É lamentável que, ainda hoje, muitas pessoas usam o mesmo argumento para negar a plena divindade de Cristo.
Se Ellen White não cresse que Cristo era co-eterno com o Pai, ela jamais teria afirmado que "em Cristo há vida original, não emprestada, não derivada" (O Desejado de Todas as Nações, pág. 530); que "desde toda a eternidade esteve Cristo unido ao Pai" (Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 228); que "nunca houve tempo em que Ele não estivesse em íntima comunhão com o eterno Deus" (Evangelismo, pág. 615); e que devemos proclamar ao mundo "que somos crentes em Cristo, que, cremos na divindade de Cristo e em Sua preexistência"(Testemunhos para Ministros, pág. 253). Se a vida de Cristo houvesse derivada do Pai, mesmo em algum momento remoto da eternidade, como Cristo poderia ser chamado em Isaías 9:6 de "Deus Forte" e "Pai da Eternidade"?
Luiz Nunes, em sua obra Crises na Igreja Apostólica e na Igreja Adventista do Sétimo Dia (Engenheiro Coelho, SP: Imprensa Universitária Adventista, 1999), págs. 24-33, 71-79, compara e contrasta algumas compreensões distorcidas sobre a natureza de Cristo, que apareceram tanto na Era Apostólica como nos primórdios da Igreja Adventista do Sétimo Dia.
Praticamente todas essas distorções se originaram com uma leitura parcial e tendenciosa dos textos bíblicos e, no caso de alguns adventistas, também dos escritos de Ellen White. Distorções doutrinárias acabam surgindo toda vez que alguém superenfatiza algumas declarações da Bíblia ou da Sra. White, em detrimento de outras igualmente importantes. 3
As declarações de Ellen White sobre a "exaltação" de Cristo, no contexto da criação do mundo, não devem ser isoladas de outras declarações que se referem a Cristo como sempre havendo possuído a plenitude do poder divino. Uma compreensão correta da natureza de Cristo só pode ser obtida se não enfatizarmos a subordinação funcional entre Cristo e Deus o Pai em detrimento da unidade essencial que sempre houve entre Eles. Embora durante a encarnação Cristo tenha Se humilhado, assumindo a forma de servo, nunca houve um tempo em que Ele não fosse plenamente Deus (Filip. 2:5-11). Como cristãos adventistas, cremos
que em Cristo sempre habitou e sempre habitará "toda a plenitude da Divindade" (Col. 2:9).


por Alberto R. Timm (publicado na Revista do Ancião em jan - mar 2003)

Conheça alimentos que melhoram o humor e a disposição


Cada vez mais a ciência vem provando que a composição dos alimentos que você come pode afetar o funcionamento do seu cérebro modificando seu humor, incluindo o estado de alerta e até a percepção à dor.
O que há nos alimentos que conferem tais poderes? A habilidade de alterar a produção e liberação de neurotransmissores, mensageiros químicos que carregam informações de uma célula nervosa para outra. Vamos ver na prática como isso funciona.

1. Aumente seu estado de alerta com proteínas: alimentos ricos em proteínas, quando digeridos, se quebram em aminoácidos. Um aminoácido, conhecido como tirosina, pode aumentar a produção de dopamina e adrenalina que são neurotransmissores capazes de aumentar a energia e o estado de alerta.
 Alimentos ricos em proteínas incluem peixes, carnes, aves e ovos. Se não for possível ingerir esses alimentos, tente alimentos ricos em proteínas que também contém quantidades significativas de carboidratos como legumes, queijos, leite ou tofu.

2. Para relaxar e diminuir o estresse, coma carboidratos: a ingestão de carboidratos leva ao aumento nos níveis de insulina que auxiliam na "limpeza" de aminoácidos do sangue, menos do triptofano.
Este aminoácido, uma vez no cérebro, aumenta a produção de serotonina que é um neurotransmissor capaz de reduzir a sensação de dor, diminuir o apetite, produzir sensação de calma e até induzir ao sono.
 Dietas com baixo teor de carboidratos, por vários dias, podem fazer com que o humor fique mais depressivo. Alimentos saudáveis ricos em carboidratos incluem pães e biscoitos integrais, massa integral, arroz, cereais e frutas. Ah, e não vamos esquecer do chocolate.
"Dietas com baixo teor de carboidratos, por vários dias, podem fazer com que o humor fique mais depressivo".

3. Ácido fólico também é importante para o humor: deficiência de ácido fólico tem sido associada a depressão em alguns estudos, por levar a queda nos níveis de serotonina no cérebro. Quantidades pequenas como 200 microgramas já são suficientes para melhorar o humor e pode ser obtida numa xícara de chá de espinafre cozido ou um copo de suco de laranja.

4. Falta de selênio pode causar mau humor: especula-se que o selênio possa ter alguma função neurológica desconhecida, mas seu mecanismo de ação ainda é um mistério. Sabe-se que indivíduos que sofrem de carência de selênio são mais irritados, ansiosos e depressivos, e a suplementação normaliza o humor. Alimentos ricos em selênio são as oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), atum, semente de girassol, cereais integrais.

5. Coloque ovos em sua dieta e melhore sua memória e concentração. A colina é uma vitamina do complexo B que está presente em alimentos ricos em colesterol como ovos e fígado. A falta deste componente pode causar comprometimentos da memória e da capacidade de concentração, pois é precursor do neurotransmissor acetilcolina. Não deixa de ser uma boa desculpa para incluir no seu plano alimentar, sem excessos, é claro.

6. Vitamina B6: também é um ingrediente necessário na produção de seretonina, portanto, alimentos ricos nessa vitamina podem auxiliar no bom humor. Alguns exemplos ricos em B6 e carboidratos são: bananas, batatas, uva passa, cereais integrais.

7. Cálcio: sabe-se que ajuda a reduzir irritabilidade e nervosismo em mulheres na TPM (tensão pré-mentrual). O ideal é ingeri-lo com regularidade, em torno de 1200mg por dia. Alimentos ricos em cálcio são leite, iogurte e queijos.

8. Camomila: já era usada desde 1800 para acalmar crises histéricas. Atualmente é usada também para diminuir a ansiedade. Devido a seu efeito anti ? espasmódico auxilia também no alívio de cólicas e problemas digestivos. Para potencializar o efeito calmante, adicione um pouco de mel, devido aos benefícios do carboidrato.

9. Magnésio: está envolvido também na regulação de serotonina e, portanto, no controle do humor. Alimentos ricos são cereais integrais e frutas secas.

Fonte:
Minha Vida

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O Furto do Espírito



Não, você não leu errado: é furto mesmo!

Está ocorrendo o furto do Espírito. Caricaturas de Deus para vender ilusões.

Fachadas de santidade para atrair neófitos. Etiquetas divinas à la "apostolados, bispados e afins..." para conferir legitimidade a um povo que carece de sentido.

O furto do Espírito acontece quando usamos Deus para encobrir nossos deslizes. É a quebra descarada do Mandamento: "não tomarás o nome do Senhor, seu Deus, em vão" (Dt 5.11). É a aceitação sem resistência das obras da carne e sua teia de deturpações.

Bandidagem eclesiástica é essa que, em nome do sagrado, não mais diferencia pessoas de demônios e acaba por exorcizar gente e demonizar rituais, tirando Deus do centro, o que, por definição, centraliza-se no demo!

Carecemos de um urgente retorno às Escrituras, para que não venhamos sucumbir ao furto do Espírito, pois esse ato furtará de nós a salvação e a vida.

Preguemos a Palavra, pois ela nos guia no abençoado desenvolvimento do Fruto do Espírito, e esse sim, garante-nos a alegria de caminhar nos mesmos passos de Jesus!

Alan Brizotti -
Genizah

Você sofre com os vícios modernos?



Você bebe muito café? Passa muito tempo na internet? Se sente exausto todo o tempo? Se sim, você pode estar sofrendo com o mal da modernidade. O que causa nossa dependência e o que fazer para vencê-la?

O mundo moderno está se tornando um lugar cada vez mais alarmante. Muitos de nós temos que nos adaptar a várias transformações somente para aguentar as pressões do dia a dia.

Para muitas pessoas, isso significa estar amarrado aos vícios modernos, que aumentam o nível de estresse e diminuem a saúde e a felicidade.
Internet
Em seu manifesto 'Você não é um aplicativo', o escritor, cientista e filósofo Jaron Lanier escreveu: "O que é um ser humano? Se eu soubesse a resposta para essa pergunta, seria capaz de programar alguém por meio do computador. Mas não sou. Ser humano não é uma fórmula, é um mistério". Infelizmente essa consciência está se perdendo para muitas pessoas, que fazem do meio virtual uma constante obsessão. Isso vem acompanhado por altos níveis de ansiedade quando não ficam próximos às telas de seus computadores por muito tempo. Os profissionais da saúde reconhecem esse sintomas como uma obsessão pela Internet e advertem que ela pode estar relacionado a outros sintomas, como deixar de dormir e comer, sentir-se cansado, irritado e à margem da sociedade.

Sexo 

Uma em cada 20 pessoas sofrem com obsessão por sexo. A obsessão por sexo é extremamente prejudicial em alguns relacionamentos e a saúde mental e profissional podem ser abaladas por isso. O mundo moderno é culpado por estimular o sexo: a grande disponibilidade de material pornográfico na Internet e a sexualização de mulheres e homens na televisão faz com que aumentem as pessoas com problemas psicológicos relacionados a isso.
Telefone celular
Os telefones celulares foram criados com o objetivo de tornar a vida dos seres humanos mais prática e utilitária. Mas hoje o uso excessivo dos aparelhos celulares se tornou um sério problema social, pois coloca obstáculos ao relacionamento pessoal e transforma a noção de realidade dos seres humanos. Os telefones celulares podem, ironicamente, conectar você a alguém do outro lado do mundo, mas ao mesmo tempo, deixar você longe de quem senta ao seu lado na mesa de jantar.

Café
O café é tão consumido pelos seres humanos que hoje a Inglaterra, por exemplo, é um país em que cada cidadão consome, anualmente, cerca de 2,8 kg do pó marrom. Os especialistas acreditam que a cafeína provoca dependência. Pessoas ficaram com fortes dores de cabeça, irritadas e cansadas quando não consumiam sua dose matinal de cafeína.
Exercícios
A extrema pressão para parecer bonito pode explicar por que algumas pessoas praticam atividades físicas obsessivamente. Um estudo publicado pelo Jornal de Neurociência descobriu semelhanças entre os efeitos gerados por exercícios exaustivos e pelo abusos de drogas. Outra pesquisa da Universidade de Wisconsin descobriu que quando o exercício foi negado para alguns animais, equipamentos detectaram atividades cerebrais idênticas à de abstinência por substâncias químicas.


Televisão
A primeira coisa que muitos de nós gostamos de fazer depois de um dia de trabalho é cair no sofá e ligar a televisão. O aparelho de TV se tornou parte integrante de nossas vidas e alguém que não tiver um é considerado anormal. Os britânicos assistem à TV cerca de quatro horas por dia, o que significa que aos 65 anos eles terão gasto nove anos apenas vendo televisão. Estabeleça um limite de tempo para ver a televisão. Você deve aproveitar a tecnologia e o entretenimento que ela proporciona, mas não deixe que ela torne você obcecado.

Trabalho
Embora pareça exagero, há fortes evidências que a obsessão por trabalho é um transtorno de comportamento que pode se tornar uma doença séria. De acordo com pesquisas, trabalhar mais de 12 horas por dia faz com que o risco de desenvolver doenças graves aumente em 37%. Os especialistas diferenciam o excesso de trabalho com a obsessão por trabalhar: se você trabalha duro mas ainda encontra tempo para se divertir, ótimo. Mas se mesmo de férias na praia você continua se preocupando com o trabalho, você pode estar com problemas.

Comida
Cortar alimentos calóricos de sua dieta pode ser tão difícil quanto parar de fumar. Comer compulsivamente é um dos vícios da modernidade. A abundância de comida barata significa que quase todos nós nos habituemos a ingerir mais do que precisamos. O jeito que a comida é feita não nos ajuda também. O corpo reúne uma combinação de gordura, açúcar e sal e faz dessas substâncias um verdadeiro vício.

Compras
Com os adventos da Internet, gastar dinheiro nunca foi tão fácil. O velho estereótipo de que as mulheres é que são compradoras compulsivas está caindo por terra, já que pesquisas mostram que esse transtorno afeta um em cada 20 adultos, sendo os homens a maioria. E não é apenas o prazer em gastar que nos faz comprar. Compradores compulsivos tentam eliminar o estresse e a ansiedade das pressões do dia a da por meio da compra. No entanto, comprar compulsivamente pode ser perigoso para a mente e para o físico, já que o transtorno está relacionado à depressão.
Fonte: MSN

Sinais dos tempos na Veja desta semana


Quem conhece as profecias bíblicas e está atento aos sinais dos tempos, em praticamente cada noticiário – televisivo, radiofônico, internético e/ou impresso – pode perceber evidências da proximidade da volta de Jesus e da precisão das previsões proféticas. Na revista Veja desta semana há vários desses “sinais” que saltam aos olhos do observador atento, a começar pela entrevista (“O grande teste ainda virá”) com o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga. Lá pelas tantas, ao falar sobre a crise mundial e suas repercussões no Brasil, ele analisa: “A Europa tem se mostrado incapaz de reagir. Nos EUA, não há ambiente político para reformas. Os grandes blocos econômicos vivem dias dificílimos. É um quadro assustador. Há muito risco no ar.”

Mais adiante, nas páginas 90 a 92, a revista traz a matéria “Não é religião. Mas é fé”, sobre o movimento
Ocupe Wall Street, que vem se espalhando pelos Estados Unidos e revelando o descontentamento de parcela significativa da população com os rumos políticos e econômicos daquele país. Segundo a reportagem, “na origem, o esquerdista Ocupe Wall Street é irmão gêmeo do direitista Tea Party. Os dois movimentos nasceram da costela da maior crise americana desde a Depressão dos anos 30. Ambos surgiram espontaneamente, sem uma organização prévia, sem líderes e sem vínculos partidários. [...] Nos dois casos está implícita uma denúncia de que os Estados Unidos foram sequestrados por uma elite indiferente à maioria da sociedade. [...] O governo americano é um gastador voraz, a farra fiscal tem sido ilimitada e a desigualdade no país se agrava tanto que a próxima geração corre o risco, pela primeira vez na história americana, de viver em condições menos favoráveis que a geração anterior.”

Imaginem-se as mudanças que podem resultar dessa insatisfação generalizada...

Outro texto (“Laico e religioso”) que me chamou a atenção está na coluna de Roberto Pompeu de Toledo, na última página da revista. Pompeu analisa a incoerência do Estado laico brasileiro que tem feriados religiosos (leia-se católicos) oficiais, como o 12 de outubro, em homenagem a Nossa Senhora de Aparecida. Pompeu constata (o que todos já sabem) que “só a religião católica mantém sobre o calendário do país controle suficiente para impor feriados nacionais”, embora a Constituição assegure a liberdade de consciência e de crença (art. 5º, VI), donde decorre que o Estado se manterá neutro diante das várias religiões. No papel é assim...

Mais: “Outro sintoma da predominância católica”, diz Pompeu, “é a presença de símbolos dessa religião em recintos públicos, a começar pelos mais importantes deles, os plenários da Câmara dos Deputados, do Senado e do Supremo Tribunal Federal, todos eles decorados com crucifixos na mais vistosa das respectivas paredes”.

Enfim, é a laicidade brasileira impregnada de religião, fenômeno que pode também se intensificar, a seu modo, nos Estados Unidos, com sua direita cristã.

Finalmente, outros dois detalhes/sinais nessa edição de Veja não poderiam deixar de ser mencionados. Primeiro detalhe: uma das fotos das páginas 86 e 87, que estampam a matéria “O verão da Turquia”, sobre a abertura do país muçulmano para os valores democráticos e à secularização. A imagem em questão mostra o mal dos extremos e, talvez por um detalhe, o mau testemunho do cristianismo nominal, de fachada: um grupo de jovens moças sorridentes fuma e bebe num bar. No peito de duas há crucifixos pendurados com correntinhas que parecem ser de ouro. Seriam elas cristãs? É esse tipo de liberdade – de acabar com a saúde e os bons costumes – que países como a Turquia desejam? Claro que há muito mais envolvido nessa desejável abertura política, mas não deixa de ser lamentável o reforço diante dos muçulmanos desse estereótipo de pagãos intemperantes ostentado por cristãos secularizados.

Segundo detalhe: a capa da revista (veja a imagem que abre esta postagem). Diante de tantos temas sérios, os editores escolheram puxar uma matéria de gaveta e tratar do batido tema do “corpo ideal para mostrar no verão” (sem rosto, coberto por uma tarja, porque o que importa mesmo é somente o corpão).

Se os sinais dos tempos não forem suficientes para chamar a atenção dos leitores, quem sabe – devem ter pensado os editores – a mulher em trajes mínimos na capa o faça.[MB]

Fonte:O Criacionismo

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Grupo Adventista, diz que o Fim do Mundo será em outubro deste ano!

 
Meus queridos amigos(a) leitores do blog Bíblia e a Ciência. Já estou quase de cabelo em pé em ver tanto material cheio de heresias e mentiras falando mal da igreja Adventista do Sétimo Dia! Por que será que Satanás quer tanto atacar essa igreja? Será por que ela é a igreja verdadeira?Já apresentamos aqui em outros momentos três blogs independentes, que só faltaram acusar o piso da igreja de não estar de acordo com a Bíblia(vai aí uma idéia pra vocês críticos! Escrevam sobre isso, já que não entendem a ordem de Jesus de ir e pregar o evangelho a todo o mundo). Segue abaixo um artigo encontrado no respeitado site (até agora) "Portal Padom".


Sem tempo para esperar o Fim do Mundo, profetizado por Harold Camping, “que será” dia 21 de outubro. Uma seita chamada de “A Verdade Eterna” está disseminando que o mundo acabara no dia 15 de outubro (Tishri 15).


A seita “A Verdade Eterna”, também conhecida como “Sentinelas da Divindade”, que é um grupo ligado a igreja Adventista(Não sei em que planeta, no nosso não!), está colocando anúncios em vários países como na Espanha, América Latina e Estados Unidos, anunciando o fim do mundo para o 15 de Outubro.


De acordo com uma corrente adventista(Ham?), o 15 de Tishri, este ano será a vinda de Cristo a Terra, acompanhado por nada mais nada menos do que o fim do mundo, ou pelo menos de uma era.


Tishri Ou Tishrey corresponde a um dos meses judaicos lunar, e está entre setembro e outubro. A estimativa desta data é para 15 de outubro de 2011.

Este grupo se comprometeu a divulgar em seu site “
laverdadeterna.com” a vinda de Jesus Cristo, assim como negam a Trindade (Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo)(Isso é o que esses sites heréticos adoram fazer) Qualquer pessoa que queira pertencer a seu grupo precisa negar a Trindade e batizado em nome de Deus o Filho.(Atenção fiquem longe!)


No site deles, você poderá encontrar vários vídeos, documentos, “revelações” e “toda a verdade que ainda não foi revelada.”(2Tm 3:16; Galátas 1:8-9, Que Deus nos proteja!) Além de conter séries de eventos mundiais que seriam o prelúdio para o 15 de outubro, algo como “Notícias Final”, entre os quais as viagens do papa em um dia, e a fumaça e chamas “de origem inexplicável” em um monte de Cartagena, entre outras.


Esses “profetas” tem essas profetadas, mas veja o que diz a Palavra de Deus


“Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai.” -Marcos 13:32.


“Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.” Mateus 25:13


Qual é a sua opinião sobre as profecias desses profetas? Você dá créditos a elas, ou esta preparando constantemente como nos alerta a Palavra de Deus?
POrtal Padom


Nota do Site Bíblia e a Ciência
Sem dúvida nenhuma, esse grupo não tem nenhuma ligação com a Igreja Adventista do Sétimo Dia!!Por favor administrador do site "Portal Padom" não falem o que não sabem, no próprio site "Laverdadeterna" não à nenhuma menção que pertencem a igreja Adventista do Sétimo Dia!Tá na cara que se trata de mais um site herético para tentar denegrir a imagem da igreja. Pode ver ali no site a notícia “Ex-pastores adventistas se unem….” Quando vejo isso já me dá calafrios, pois temos lidado com muitos sites de ex-adventistas, que são aberrações, que distorcem tudo o que a bíblia diz. A Bíblia diz claramente que “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai.” -Marcos 13:32. Como foi apresentado no artigo, a data marcada foi dia 15 de outubro, já estamos no dia 19. Portanto esse site é de falsos profetas que introduzem heresias destruidoras como advertido em II Pedro 2:1, são lobos disfarçados de ovelhas ( Mateus 7:15) e não possuem ligação alguma e não expressam a posição oficial da Igreja Adventista do Sétimo Dia sobre a Volta de Jesus, se alguém quiser conhecer a verdadeira posição sobre a volta de Jesus da igreja adventista, procure somente em sites oficias da mesma, sendo alguns:
http://novotempo.com
Portal adventista
Advir
" O adm do Portal Padom "deve" desculpas à cerca de 20 milhões de Adventistas do Sétimo Dia ao redor do mundo por publicar informações incorretas que podem prejudicar a imagem da igreja.
Atenciosamente administrador do site Bíblia e a Ciência.

Cuidado! 4 Passos Que Pode Tornar O Pecado Imperdoável

 
4 Passos Que Pode Tornar O Pecado Imperdoável :


1 - Endurecer o Coração

2 - Resistir ao Chamado do Espírito Santo

3 - Entristecer o Espírito Santo

4 - Apagar o Espírito (que quer dizer em outras palavras É NÃO CONSEGUIR MAIS OUVIR O ESPÍRITO SANTO).

Fonte:A Última Advertência ao Mundo

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

13 frases evangelísticas que produzem falsos convertidos



As igrejas se dividem sobre a cor do tapete, a construção de adições e orçamentos. Entretanto, os nossos companheiros de igreja estão indo para o inferno aos montes.


A.W. Tozer disse: "É minha opinião que dezenas de milhares de pessoas, se não milhões, foram levadas a algum tipo de experiência religiosa, aceitando Cristo, e elas não foram salvas."


D. James Kennedy disse: "A grande maioria das pessoas que são membros das igrejas nos Estados Unidos hoje não são cristãs. Digo isto sem a menor contradição. Eu o faço com base em evidências empíricas de vinte e quatro anos de análise de milhares de pessoas. "


Amigo, podemos discutir sobre tantas coisas mesquinhas. Posso sugerir que nós perdemos de vista o debate mais importante de todos: "o que é a salvação?" Minha teologia ensina que a salvação acontece quando um homem se arrepende e coloca sua fé em Jesus Cristo (Atos 20:21).


Eu gostaria de apresentar treze maneiras as quais nós temos redefinido como uma pessoa se torna um verdadeiro convertido. Fazemos isso intencionalmente? Certamente que não. Temos simplesmente criado jargões que tem um grão de verdade nas Escrituras, mas é tão aberto à interpretação de que a não-convertidos pode compreendê-lo de maneiras que conduzem a falsas conversões.


1. Faça de Jesus o seu Senhor e Salvador. Não podemos fazer de Jesus nosso Senhor e Salvador, Ele é nosso Senhor e Salvador. Estamos vivendo em rebelião contra ele e ele nos ordena para arrependimento e fé Nele.


2. Peça para Jesus entrar em seu coração. Será que Jesus entra em nossos corações? Sim. Ele o faz. A pergunta é: "Como ele chega lá?" Não é simplesmente pedindo para ele, é através do arrependimento e fé.


3. Basta crer em Jesus. Os demônios creem e tremem. Temos que nos arrepender e colocar nossa fé em Jesus Cristo.


4. Você tem um buraco em forma de Deus em seu coração e só Jesus pode preenchê-lo. Temos muito mais do que um buraco que precisa ser preenchido para que possamos nos sentir completos, temos um miserável coração enganoso pecador que precisa ser limpo. Arrependimento e fé aplica o sangue do cordeiro para que se faça a limpeza.


5. Aceite Jesus. Hum.. Precisamos aceitar Jesus? Isto esta completamente ao contrário. Precisamos que Jesus nos aceite, e Ele vai, se nos arrependermos e confiarmos Nele.


6. Faça uma decisão por Jesus. Regeneração Decisional coloca o homem no assento de condutor da salvação. Quando nos arrependemos e confiamos, Jesus decide nos salvar. Isso o coloca no lugar de condutor ... onde Ele exige.


7. É fácil acreditar. Embora a fórmula de arrependimento e fé parece simples, uma completa renúncia de si em arrependimento não é nada fácil. É difícil.


8. Deus ama você e tem um plano maravilhoso para sua vida. As únicas promessas para os convertidos são dificuldades, tentações e perseguição. Se é assim que você define uma vida maravilhosa, tudo bem. Caso contrário, deve comandar todos os homens em todos os lugares que se arrependam e tenham fé.


9. Venha a Jesus como você é. Devemos ir a Jesus tal como os pecadores que somos, mas Ele também espera um coração quebrantado e espírito contrito demonstrado arrependimento e fé.


10. Venha a Jesus e você vai receber o perdão dos pecados e ________________ (preencher a linha com dinheiro, saúde, um casamento restaurado). Jesus não prometeu casamentos restaurado, na verdade Ele prometeu lares desfeitos porque iríamos sofrer divisão quando um membro se arrependesse e confiasse.


11. Venha a Jesus e experimente o amor, a alegria e a paz. Temos o fruto do Espírito após a conversão? Sim. Mas se viemos buscar os dons e não o doador, não receberemos nenhum. Em vez disso, devemos nos arrepender e ter fé em Cristo.


12. Jesus é a peça que faltava. Hum... não, o Deus do universo, não é a peça que faltava, Ele exige que Ele seja o centro de nossas vidas quando nos arrependemos e temos fé.


13. Jesus é melhor do que fama e fortuna. Isso é um eufemismo e, francamente, é um insulto. Dizendo que Jesus é melhor do que o dinheiro é como dizer que um jantar de bife é melhor do que comer um monte de estrume. Ele desafia qualquer comparação e nós banalizamos o Filho de Deus. Em vez disso, devemos pelejar com todos os homens em todos os lugares que se arrependam e tenham fé.


Se eu aparecer na sua porta com uma lata de suco de uva e um rolo de papel toalha e me ofereço para trocar o óleo do seu carro, você vai dizer: "Não, obrigado." Se nós não deixamos alguém bagunçar com o nosso carro usando o método errado, por que permitir que o Evangelho seja apresentado de maneira tão ambígua?


Você deixaria um médico operar a seu filho que fosse "meio que" preciso? A salvação dos homens é muito mais importante do que um apêndice.


Peço-lhe que considere como você compartilha o evangelho. Você e eu sabemos o que estamos falando quando usamos essas frases, mas e o não-regenerado? É possível que tenhamos tantos desviados hoje porque nunca se converteram, em primeiro lugar? Seria provável que eles nunca tenham sido informados de que devem se arrepender e ter fé em Cristo?


Se estamos dispostos a cor dos sofás da sala de comunhão, não deveríamos estar mais preocupados com uma questão que tem consequências eternas?



Fonte:A Bíblia e a Ciência

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Os verdadeiros tripulantes dos OVNIs

 
Várias teorias têm sido propostas para explicar a natureza dos supostos OVNIs (objetos voadores não-identificados). Enquanto alguns acreditam serem mero fruto da imaginação humana, outros defendem a idéia de que são veículos espaciais conduzidos por seres extraterrestres. Mesmo não usando a expressão moderna OVNI, Bíblia apresenta alguns princípios básicos que podem nos ajudar na compreensão desse tema intrigante. As Escrituras deixam claro que todas as manifestações sobrenaturais e sobre-humanas, neste mundo de pecado, procedem de um dos dois grandes poderes conflitantes do Universo: a Trindade e os anjos leais, de um lado, e Satanás e outros seres demoníacos (
Apocalipse 12:7-9). Isto nos leva à conclusão de que, se os OVNIs existem, devem se enquadrar em uma das duas alternativas acima mencionadas. Uma análise detida da Bíblia revela o fato de que grande parte das manifestações satânicas são confusas, indefinidas e enganosas. A ênfase repousa, freqüentemente, mais no fascínio das emoções do que em um conteúdo proposicional concreto. Dentro desta categoria se enquadram as encarnações demoníacas na forma de animais (Gênesis 3:1-5; Apocalipse 12:9), de pessoas já mortas (I Samuel 28) e de seres angelicais (II Coríntios 11:14). Somos advertidos de que os poderes demoníacos haveriam de operar nos últimos dias “grandes sinais e prodígios” (Mateus 24:24; Marcos 13:22), de realizar “coisas espantosas e também grandes sinais do céu” (Lucas 21:11), de se transformar em anjos de luz (II Coríntios 11:14), e de fazer descer fogo do céu “à terra diante dos homens” (Apocalipse 13:13). Esses sinais e maravilhas teriam por objetivo “enganar, se possível, os próprios eleitos” (Mateus 24:24; Marcos 13:22; ver João 8:44; II Tessalonicenses 2:9 e 10). Comparando-se os testemunhos sobre aparições de OVNIs com o relato bíblico, percebe-se nitidamente que tais aparições jamais podem ser consideradas, nem em forma nem em conteúdo, como manifestações divinas, ou de anjos bons, ou ainda de possíveis habitantes de outros mundos não-caídos do Universo. Resta portanto, a inevitável conclusão de que elas só podem ser consideradas como parte dos “grandes sinais e prodígios” que haveriam de acompanhar as fascinantes manifestações demoníacas dos últimos dias (ver Apocalipse 16:14). Os escritores americanos Myron Widmer e Sidney Reiners divisam, por trás das aparições de OVNIs, um plano mestre de engano satânico. Widmer declara que o “constante aumento de fé no sobrenatural continua preparando o cenário para os eventos finais, quando a mente do povo terá visto e ouvido tanto do sobrenatural que as ilusões e os enganos de Satanás parecerão muito naturais e acreditáveis”. Já Sidney Reiners sugere que as aparições de “ufonautas” (supostos tripulantes dos discos voadores) hostis à vida na Terra poderiam precipitar “uma corrida rumo a um governo mundial, com a perda, num estado de pânico, dos princípios democráticos”. Ufonautas amigos, por outro lado, poderiam persuadir facilmente os seres humanos a “solucionar” os problemas da humanidade com seus planos enganosos. Quer as hipóteses de Reiners se cumpram literalmente ou não, o verdadeiro cristão deve alicerçar sua fé sobre a Palavra de Deus, para não sucumbir aos enganos satânicos. Como Cristo enfrentou as tentações demoníacas no deserto com a autoridade das Escrituras (ver Mateus 4:1-11), o verdadeiro cristão jamais se deixará seduzir por qualquer experiência visual, auditiva ou emocional que não esteja em perfeita harmonia com o claro ensino bíblico (ver Isaías 8:19 e 20; Gálatas 1:8).
Fonte: Dr. Alberto R. Timm, Revista Sinais dos Tempos, agosto de 1997.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Vencedor ou perdedor?

Quando um vencedor comete um erro, diz: “Eu errei!”
Quando um perdedor comete um erro, diz: “Não foi minha culpa.”

Um vencedor trabalha duro e tem mais tempo.
Um perdedor está sempre “muito ocupado” para fazer o que é necessário.

Um vencedor enfrenta e supera o problema.
Um perdedor dá voltas e nunca consegue resolvê-lo.

Um vencedor se compromete.
Um perdedor faz promessas.

Um vencedor diz: “Eu sou bom, porém não tão bom como gostaria de ser.”
Um perdedor diz: “Eu não sou tão ruim como tantos outros.”

Um vencedor escuta, compreende e responde.
Um perdedor somente espera uma oportunidade para falar.

Um vencedor respeita aqueles que são superiores a ele e trata de aprender algo com eles.
Um perdedor resiste àqueles que são superiores a ele e trata de encontrar seus defeitos.

Um vencedor se sente responsável por algo mais do que somente o seu trabalho.
Um perdedor não colabora e sempre diz: “Eu somente faço o meu trabalho.”

Um vencedor diz: “Deve haver melhor forma de fazê-lo…”
Um perdedor diz: “Esta é a maneira que sempre fizemos.”

A Bíblia garante, entre tantas promessas:
- O vencedor comerá do fruto da árvore da vida (Apocalipse 2:7)
- O vencedor não sofrerá a segunda morte (Apocalipse 2:11)
- O vencedor terá um novo nome (Apocalipse 2:17)
- O vencedor terá autoridade sobre as nações (Apocalipse 2:26).
- O vencedor terá o nome registrado no livro da vida (Apocalipse 3:5)
- O vencedor sentará no trono de Deus (Apocalipse 3:21).
Vencedor ou perdedor? Todos os dias você decide quem será.

Fonte:Amilton Menezes